Design: o processo educacional precisa mudar

CompartilheShare on Facebook3Tweet about this on TwitterEmail this to someone

— update 05/10 23:34 —

em conversa com o @hugocristo hoje mesmo, ele criticou as propostas do norman. acho que preciso entender melhor a história dele, mas seria legal se o hugo pudesse dar um direcionamento nos argumentos que apresentou. hugo?

me lembro quando eu assisti dois vídeos do ken robinson, ano passado (veja o vídeo 1 e o vídeo 2 abaixo). foi logo quando descobri as conferências ted e estava animado assistindo tudo que via pela frente. se você nunca assistiu uma conferência ted, sugiro que veja algumas – são milhares e a maioria esmagadora vale a pena. a primeira conclusão que tirei daquelas conferências foi que algo estava realmente errado na maneira como estruturamos nosso processo educacional e, especificamente, algo estava muito errado com o currículo de design gráfico que eu estudava.

ontem o prof. mauro pinheiro enviou um texto que o renomado especialista em design donald norman (olha ele no ted) escreveu para a core77, tratando exatamente do assunto, de forma bem direta. acho que ele traz a discussão para o eixo novamente, alertando sobre a necessidade de modificarmos os currículos de design e trazermos, para dentro do ensino, especialidades necessárias mas ignoradas da nossa área. leia o artigo do norman sobre a educação em design. vale a pena.

a mudança no design é evidente e todos estamos sentindo. a ideia de enxergar o design sob outros aspectos e à luz de outras teorias, como a do design computacional, é mais do que natural neste momento. como disse o mauro: “acho que estamos em sintonia”.

vídeo 1 (2006):


vídeo 2 (2010):